Autoria: O Andarilho.

Descrição da obra: O Brasil que vive ruminando as migalhas que os poderosos jogam ao povo, agora digladiam entre economia e saúde.

Expressão: Literatura.

A bandeira vermelha; de vergonha

Os dedos que enriste apontam,
Acusam e julgam a mão esquerda.
São os mesmo que manchados de sangue
Apertaram as teclas um e sete.
O medo venceu abertamente e,
Ódio pelo próximo se faz firme
Como cada discurso mentiroso
Que corrói a sanidade do trabalhador.
Cada centavo perdido é tão preocupante
Quanto as vidas que a terra engole.
O desejo do poeta é falar de amor,
Das dores e das carências das noites frias.
Porém a dureza de nossa terra
A tristeza de nossa pátria
Apenas mata qualquer sentimento.
E traz á tona a vergonha
De quem um dia bateu no peito
Com orgulho de ser brasileiro.

                                                           – O Andarilho

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *