Autoria: Ayrton Engie Araújo Monteiro

Descrição da obra: O tempo, nesta pandemia, especialmente na quarentena, é um dos nossos algozes. Por isso, nos vemos todos como que “presos”, em tempos lentos e parados, todos em provações e sofrimentos diferentes. Os personagens de “A Torre Ampulheta”, em uma dupla aventura, interior e exterior, procuram, juntos, vencer esse tempo.

Expressão: Literatura

A Torre Ampulheta

ÀS RUÍNAS de uma torre, Ataturco e Ibrahim conversam.
IBRAHIM – Irmão, desde minha chegada tens me sido um esteio de sabedoria e me feito mais alegria do que um oásis, diz-me, pois – que confio em teu
saber –, o que foram esses escombros que agora contemplamos com matizes
de melancolia.
ATATURCO – Ah, irmão! em qual gáudio recebo tuas palavras!

(continua…)

A Torre Ampulheta – Ayrton Monteiro

clique aqui para acessar a obra na íntegra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *