Embora a velhice seja esperada (e com ela o afastamento do mercado de trabalho) é comum que a aposentadoria não seja planejada. Por que isso acontece?

A aposentadoria e os seus benefícios são desejados pelos trabalhadores, além de ser um direito garantido por lei desde 1991. Entende-se a aposentadoria como um período de transição, no qual o indivíduo deixa de trabalhar e continua a ser remunerado financeiramente; representa um reconhecimento pelos anos ativos no mercado de trabalho e pela contribuição à Previdência Social. Observando o viés do que este marco significa para o indivíduo, seus papéis sociais e atividades que compõem seu cotidiano, representa também um momento de liberdade para a realização de atividades que o exercício ao trabalho privou durante a vida.¹ 

Quando o indivíduo finalmente se encontra diante da necessidade de tomar a decisão em relação à sua aposentadoria, surgem questionamentos relacionados aos sentimentos humanos e valores que podem interferir nesse processo². Como resultado, é essencial que o indivíduo esteja preparado para lidar com uma série de mudanças psicossociais como: a reorganização da vida familiar, a alteração na renda e a reestruturação da rotina e dos papéis sociais que sempre desempenhou³. Afinal, com mudanças tão radicais e contrastantes, pode ser que a adaptação com a nova vida não seja tão fácil. 

De acordo com uma pesquisa divulgada pelo G1, dados obtidos em parceria com o  Banco Central mostram que 6 em cada 10 brasileiros (59%) não se preparam para a aposentadoria. Dentre os motivos citados, entrevistados alegam não sobrar dinheiro, serem desempregados e não sentirem necessidade de guardar o pouco dinheiro que sobra a cada mês. O sexto motivo mais comum é o fato de simplesmente não saberem como⁴.

(Fonte: https://www.pexels.com/pt-br/foto/adulto-borrao-cedula-close-1410071/)

Assim, pensar na aposentadoria é primordial para se preparar para a vida após o fim da atividade laboral, bem como para o envelhecimento no decorrer da vida adulta e para ter um planejamento para a nova fase da vida: a velhice.

Pensando em colaborar com os trabalhadores do Brasil a pensar nesta etapa extremamente importante de nossas vidas, foi realizada uma entrevista com a terapeuta ocupacional Danielle Dos Santos Cutrim Garro, que conversará sobre a relevância da aposentadoria, como se preparar para ela, quais profissionais podem ajudar e de que forma a Terapia Ocupacional pode contribuir com este processo. 

divulgação da entrevista: "Preparação para aposentadoria"

 

Para mais informações:

Nossa entrevistada, Dra. Danielle dos Santos Cutrim Garros, docente do Curso de Terapia Ocupacional do Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Filosofia e Ciências – Universidade Estadual Paulista – UNESP – Campus de Marília. Para contatá-la, envie suas dúvidas para o e-mail: danielle.garros@unesp.br

Agradecimentos:

Nossa imensa gratidão à Danielle pela disponibilidade em participar deste trabalho conosco e nos possibilitar compreender um pouco de como e quando deve ser feita a preparação para a aposentadoria. Muito obrigada, Danielle!

 

Referências: 

  1. Figueira Desirée Ariane Modos, Haddad Maria do Carmo Lourenço, Gvozd Raquel, Pissinati Paloma de Souza Cavalcante. A tomada de decisão da aposentadoria influenciada pelas relações familiares e laborais. Rev. bras. geriatr. gerontol.  [Internet]. 2017  Apr [cited  2020  Dec  03] ;  20( 2 ): 206-213. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232017000200206&lng=en>  https://doi.org/10.1590/1981-22562017020.160127.
  2. Panozzo, Eliana Andrade Lima, & Monteiro, Janine Kieling. (2013). Aposentadoria e saúde mental: uma revisão de literatura. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, 16(2), 199-209. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-37172013000200005&lng=pt&tlng=pt.> Acesso em: 03 de dezembro de 2020
  3. Carlos, Sergio Antônio, Jacques, Maria da Graça Corrêa, Larratéa, Sandra Vieira, & Herédia, Olga Collnet. (1999). Identidade, aposentadoria e terceira idade. Estudos interdisciplinares sobre o envelhecimento, 1. Disponível em: <https://www.seer.ufrgs.br/RevEnvelhecer/article/view/4653/2569> Acesso em: 04 de dezembro de 2020
  4.  Seis em cada 10 brasileiros não se preparam para aposentadoria, aponta pesquisa. G1.globo (2019). Disponível em: <https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/03/18/seis-em-cada-10-brasileiros-nao-se-preparam-para-aposentadoria-aponta-pesquisa.ghtml> Acesso em: 10 de dezembro de 2020.

 

Autoria
Gabrielle Rosa Da Silva
Natalia De Oliveira Cardozo

Revisão
Profa Dra. Claudia Aline Valente Santos

Observação
Material produzido na Disciplina Atividade e Curso de Vida da Pessoa Idosa

 

Créditos da imagem: Chaucharanje no Pexels

Veja também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *