A prática regular de exercícios físicos confere diversos benefícios para a saúde, como a manutenção do peso, da função do coração e da respiração, do controle da diabetes, e inclusive para a melhora na imunidade, mostrando-se muito importante no momento em que estamos vivendo1,2. Para tanto, as pessoas devem fazer pelo menos 150 minutos de exercícios moderados por semana (aqueles que você aumenta a respiração um pouco, e tem mais dificuldade de falar ao realizar)1.

Apesar disso, no período da pandemia do coronavírus algumas restrições as atividades físicas foram feitas. Ir a academias e outros locais de prática de exercícios físicos de ambiente fechado colaboram para a contaminação das pessoas, tornando o seu uso inviável. Além disso, devido as regulamentações governamentais, os locais em que exista quarentena obrigatória, a prática de exercícios físicos em ambientes abertos (corrida, bicicleta, caminhada, etc), mesmo que individualmente, não pode ser realizada3.

Dessa forma, a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) orientou pela prática de exercícios no domicílio pela população. Entretanto, a falta de prática e de conhecimentos sobre quais atividades podem ser realizados é uma barreira para aqueles que não têm experiência. Dessa forma, criamos uma tabela com links direcionando a profissionais da área do exercício físico, práticas corporais e bem estar que estão disponibilizando essas práticas à distância para serem realizados em casa3,4.

Se você for profissional e quiser divulgar alguma prática que oferece gratuitamente, favor responder ao questionário clicando AQUI.

É importante lembrar que somente pessoas em condições de realizar exercícios em domicílio e que não tenham riscos à saúde devem fazer uso dessas alternativas, sendo que para aqueles que apresentem risco é indicado que consultem um profissional que faça atendimentos virtuais personalizados. Abaixo, leia algumas questões retiradas do questionário de prontidão para atividade física para saber se você tem algum risco1,5:

  • Algum médico já disse que você possui algum problema de coração e que só deveria realizar atividade física supervisionada por profissionais de saúde?
  • Você sente dores no peito quando pratica atividade física?
  • No último mês você sentiu dores no peito quando praticou atividade física? Você apresenta desequilíbrio devido à tontura e/ou perda de consciência?
  • Você possui algum problema ósseo ou articular que poderia ser piorado pela atividade física?
  • Você toma atualmente algum medicamento para pressão arterial e/ou problema de coração?
  • Sabe de alguma outra razão pela qual você não deva praticar atividade física?

Caso você responda “SIM” a uma ou mais perguntas, converse com seu médico ANTES de aumentar seu nível atual de atividade física. Mencione este questionário e as perguntas as quais você respondeu “SIM”5.

Além disso, antes de praticar exercícios físicos, você deve se perguntar três coisas5:

  • Estou me sentindo bem para fazer exercícios hoje?
  • Já me alimentei corretamente?
  • Tomei os remédios que deveria tomar diariamente?

Durante a prática dos exercícios em domicílio é importante lembrar que você é o único que consegue verificar se algo está errado coma atividade que está realizando. Não é o momento de exagerar, é possível começar devagar. Tome cuidado com móveis, tapetes e animais de estimação para não se machucar durante e fique atento aos sinais de que o exercício não está bem. Alguns exemplos são sensação de palpitação ou de que o coração está batendo muito forte, dor de cabeça e falta de ar intensa3,4.

Se você tiver aparelhos automáticos para medir a pressão arterial, verifique antes e logo depois do exercício (naquele momento que você está ainda se recuperando). Não inicie qualquer atividade se você estiver com mais do que 140 da pressão alta ou 90 da pressão baixa.

Se a pressão no fim do exercício aumentar acima de 160 (pressão alta, sistólica) e 100 (pressão baixa, diastólica), aguarde 5 minutos e verifique novamente, se ela não abaixar procure um profissional de saúde imediatamente. Caso ela abaixe, não realize mais nenhuma prática antes de conversar com algum profissional de saúde.

 

Referências

1AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE. Staying Active During the Coronavirus Pandemic. 2020. Disponível em: https://www.exerciseismedicine.org/assets/page_documents/EIM_Rx%20for%20Health_%20Staying%20Active%20During%20Coronavirus%20Pandemic.pdf. Acesso em: 27 de abril de 2020.

2SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DO ESPORTE. Informe da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) sobre exercício físico e o coronavírus (COVID-19): Disponível em: http://www.medicinadoesporte.org.br/informes-da-sbmee-sobre-coronavirus-e-exercicio-fisico/. Acesso em: 27 de abril de 2020.

3SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DO ESPORTE. Informe 2 da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) sobre exercício físico e o coronavírus (COVID-19). Disponível em: http://www.medicinadoesporte.org.br/informes-da-sbmee-sobre-coronavirus-e-exercicio-fisico/. Acesso em: 27 de abril de 2020.

4SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DO ESPORTE. Informe 3 da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) sobre exercício físico e o coronavírus (COVID-19). Disponível em: http://www.medicinadoesporte.org.br/informes-da-sbmee-sobre-coronavirus-e-exercicio-fisico/. Acesso em: 27 de abril de 2020.

5SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA DO ESPORTE. Informe 4 da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) sobre exercício físico e o coronavírus (COVID-19). Disponível em: http://www.medicinadoesporte.org.br/informes-da-sbmee-sobre-coronavirus-e-exercicio-fisico/. Acessado em 24 de março de 2020. Acesso em: 27 de abril de 2020.

Autoria de
Ana Carolina Aparecida Marcondes
Juliano Ferreira Arcuri
Revisão por
Elaine Gomes da Silva
Aline Dantas
Bianca Delazari Deniz
Drielli Stachissini Nakano
Rossana Katayama

Créditos da imagem Freepik no Freepik

3 thoughts on “Atividade física em tempos de pandemia

  1. Maria Carolina says:

    Achei bom o texto, pois ele te disponibiliza exercicios que voce consegue fazer em casa, porem voce nao tera como saber se voce esta fazendo certo, pois voce nao tera acompanhamento de nenhum profissional para saber se oque voce esta fazendo osga certo

  2. Claudiomir Elton Temp says:

    Excelente o conteúdo,realmente o mesmo da-nos uma ideia de quão importante é a Educação Fisica para as crianças, adolecentes,jovens e também adultos, um enorme desafio para os profissionais da área, irei trabalhar o conteúdo deste artigo com alunos em aulas síncronas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *