Já começou a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que esse ano foi adiantada devido à pandemia pelo novo coronavírus. A vacinação será realizada em três etapas que ocorrerão entre os dias 23/03/2020 a 22/05/2020.

Datas Importantes

A meta é vacinar 90% de cada um desses grupos, ou seja, aproximadamente 67,6 milhões de pessoas em todo o Brasil.

As vacinas influenza sazonais têm um perfil de segurança excelente e são bem toleradas. São constituídas por vírus inativados, fracionados e purificados, portanto, não possuem vírus vivos e não causam a doença. A proteção conferida pela vacinação é de aproximadamente um ano, motivo pelo qual a vacinação é refeita anualmente. 

É importante esclarecer que a vacina não oferece proteção contra a COVID-19, mas sim contra influenza causada pelos três vírus que mais circularam no Hemisfério Sul em 2019: influenza A (H1N1), influenza B e influenza A (H3N2).

A vacinação para influenza é importante pois minimiza o impacto nos serviços de saúde e ajuda no diagnóstico por exclusão para a COVID-19.

Em São Carlos, a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe passou por adaptações para evitar aglomerações nos serviços de saúde e para proteger os profissionais e usuários dos serviços de atenção básica.

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica e do Departamento de Gestão e Cuidado Ambulatorial (DGCA), orienta que as equipes de saúde da família, 22 no total, façam contato com os idosos cadastrados para o agendamento da vacinação. Os idosos usuários das Unidades Básicas de Saúde, 12 no total, devem ligar para as linhas telefônicas montadas pela Prefeitura para agendar a vacinação através dos seguintes números: 3368-2044, 3368-5593, 3362-1350,3372-6592, 3368-7400 ou 99754-1585. 

Na segunda etapa da vacinação, as Unidades de Saúde da Família (USF) irão vacinar pessoas com doenças crônicas do seu território de abrangência. As pessoas podem ir diretamente à Unidade, e aqueles que não conseguirem se locomover até a USF serão vacinados em domicílio. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), recomenda-se que o portador de doença crônica leve uma prescrição médica para vacinação ou a prescrição de medicação de uso crônico e, caso não possa comparecer, faça contato com a Unidade para receber vacinação em domicílio, conforme orientação da diretora do Departamento de Gestão e Cuidado Ambulatorial (DGCA) do município de São Carlos, Denise Braga.

Cada Unidade irá mapear os idosos acamados, cuidadores e acompanhantes para que a vacinação seja realizada em domicílio.

As Unidades estão adotando as recomendações de segurança e acesso aos serviços para evitar aglomerações, com marcação de distância segura, cuidados com higienização do ambiente e ventilação. Além disso, há álcool gel disponível e equipamento de proteção individual para os profissionais.

Para saber mais:

Autoria da Publicação:
Grupo Cuidado sem Limites

Créditos da imagem: Freepik no Freepik

Veja também:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *