Autoria: Yara Fernandes Souza.

Descrição da obra: A poesia Contágio fala sobre o ambiente solitário causado pela pandemia e traz a metáfora das janelas e a poesia como formas de conexão entre os seres humanos neste período difícil.

Expressão: Literatura

 

Contágio

 

Dói o vírus.

E arde a ausência

tão febril

de afetos.

Pelas vias alveolares

dos lares,

uma solidão antisséptica.

Um vazio pandêmico:

a alta letalidade

da lonjura.

Entre vazias esquinas

e cloroquinas,

pelas finas traqueias,

vias (res)piratórias,

o que nos contamina?

A poesia

é singelo contágio

pelas janelas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *