Autoria: Joema Carvalho

Descrição da obra: O poema contextualiza a pandemia dentro do momento político, econômico, social e ambiental. Considera em sentido amplo – não apenas em relação a pandemia – o isolamento, a diversidade de sentimentos, significados e percepções, experiências do cotidiano e efeitos incluindo os cuidados pela vida.

Expressão: Literatura

 

 

Gaseoduto

série teleobjetiva
fatos
encobertos
onda glacial
aumenta o custo
do básico mensal
impune
segue
verdejante
tudo taxado
ativos despejados
inquilinos
inadimplentes
criança estuprada
aurora
violada
capitanias hereditárias
entranhadas
marcam o compasso
castas
perpétuas
desigualdades
oportunas no sistema
lei ambígua
juízo final
ilegal
escolhe o tom
dos quadros
em exposição
deus de pose
castiga
julga
bruxas diárias
dizimam
o sagrado
inimigo comum
epidemia
cabedal
distância
conexão
laranja
banco branco
declínio
nas máscaras do tempo
outra feição
presente
planta água
sol
D cura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *