Você já pensou sobre a presença de indígenas na pós-graduação? Nas últimas duas décadas tem havido, progressivamente, o ingresso de indígenas no ensino superior, no entanto, o acesso à pós-graduação ainda é limitado. Para conhecer um pouco mais sobre as experiências desses indígenas que estão em formação em cursos de pós-graduação, o grupo temático de Saúde Indígena inicia uma série de entrevistas com esses indígenas.

A nova série, lançada com essa edição, foi intitulada: “Indígenas na pós-graduação?” e trará de entrevistas com estudantes indígenas na pós-graduação em saúde. O intuito é conhecer como funciona esse ingresso, bem como trazer elementos por meio das falas dos entrevistados que nos levem a fazer uma reflexão acerca do assunto. Conhecer os caminhos e as motivações pode favorecer para que cada vez mais indígenas tenham acesso aos programas de pós-graduação.

A entrevistada de hoje é Ariele Gomes Botelho, da etnia Terena. A comunidade de Ariele fica localizada próxima ao município de Aquidauana, no estado de Mato Grosso do Sul. Ariele é formada em Enfermagem pela UFSCar e, no momento, está participando de um programa de pós-graduação Lato Sensu, a residência multiprofissional com ênfase em Saúde Indígena, pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

Nesta entrevista, Ariele conta como está sendo sua vivência enquanto estudante de residência multiprofissional. Fala um pouco sobre sua rotina semanal, como está realizando as atividades em tempos de pandemia. Cita ainda alguns desafios e possibilidades encontrados na prática. Por fim, destaca a importância das ações afirmativas nesse nível de ensino, já que há poucos indígenas dando continuidade aos estudos após a graduação.

A entrevista foi realizada, no dia 02 de junho de 2021, por Vanusa Vieira Gomes, do povo Tupinikim.

Acompanhe a nossa conversa!

Para mais informações sobre a Residência Multiprofissional da UFGD, confira o site da instituição: https://portal.ufgd.edu.br/vestibular/residencia-profissional-em-area-da-saude-psraps/index

 

Autores

Vanusa Vieira Gomes

Revisão

Willian Fernandes Luna

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *