Autoria: Débora Campos.

Descrição da obra: Conheci uma garota um pouco antes de começar a pandemia, e conseguimos nos ver apenas uma vez antes da quarentena começar. Ficamos afastadas por 5 meses esperando por nosso sonhado segundo encontro. Eu moro só e ela mora com a família que não sabe que ela é LGBTQ+, estávamos lidando as duas com os desafios do isolamento social. Nos ajudamos nesse período enquanto construíamos um novo relacionamento. Uma sem deixar a outra só. Uma ajudando a outra a enfrentar os próprios demônios e a ansiedade gerada por esse momento. Mesmo de longe ela foi essencial e esse poema é minha homenagem a ela.

Expressão: Literatura.

 

LÁ DE LONGE

 

Lá de longe ela me manda felicidade em forma de mensagem

Me arranca suspiros de vontade

Me faz sorrir apenas por existir

Recupera minha fé na humanidade

Ela estimula sentimentos de afeto

Como leves ventos

Que fazem as folhas dançarem

Nesse mundo de valores trocados

Ela faz a distância não ter importância

E me mostra que nem tudo está perdido

E me faz encontrar sentido no que estava adormecido

Quando tudo isso passar

Vou correr para te abraçar

Para matar essa saudade construída

Antes mesmo de te beijar

Ver de perto teu sorriso

Escutar tua voz no meu ouvido

Passear pelos teus dedos

E me perder no teu olhar

@pisoteio_poemas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *