Autoria: Domênico Darone

Descrição da obra: O conto “Maria Goró” foi inspirado em memórias pessoais que vêm surgindo em minha mente neste período de isolamento social.

Expressão: Literatura

 

MARIA GORÓ

Ela era uma mulher bem velha e negra. Andava sempre pelas ruas com vestidos alinhados e limpos. Se produzia para sair, passava batom na sua boca banguela e maquiagem de forma grosseira em seu rosto envelhecido – queria se sentir bonita. Ela sempre estava acompanhada de um saco cheio de coisas nas costas e este era um saco onde essa mulher carregava seus pertences mais valiosos. Também tinha aquele pedaço de pau que chamarei de cajado, um instrumento que a ajudava a andar e também a se proteger dos maus intencionados desta vida.

Ela era conhecida como Maria Goró. Maria porque era Maria mesmo e Goró porque…

MARIA GORO – Darone Nunes Chagas

clique aqui para acessar a obra completa

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *