Autoria: Claudia Consolaro Valente e Eduardo Mendes Guimarães

Descrição da obra: Videoarte que se utiliza de recursos descobertos no nascimento do cinema, distorcendo o tempo e o espaço, para falar do momento de forçado isolamento social que vivemos. Através da aparente apatia dos corpos, resgata-se a simplicidade dos truques de imagens, de maneira melancólica, mas também com a leveza que o momento nos propõe imperativamente.

Expressão: Audiovisual

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *