Autoria: Ieda Thomé

Descrição da obra: Diversidade funcional é um novo conceito para deficiência. Nestes tempos de pandemia, acabamos por descobrir que a parte mais afetada e a que mais aprendeu e evoluiu foi exatamente essa parcela da população. E, para o futuro, sairão dessa fortalecidos.

Expressão: Literatura

 

O Coronavírus

O novo coronavírus chegou ao Brasil em março de 2020 e, até então, fez muitas vítimas, e se nenhuma providência for tomada ainda teremos meses de muitas dificuldades, com perdas de vidas e com um preocupante baque econômico. Mas, quando esta crise passar (e certamente ela vai passar), sairemos mais fortalecidos. A área da educação sofreu muito com a desordem, mas, como dizem, “é errando que se aprende”, e uma nova visão do ensino está se apresentando. A comunicação no país, alvo de hackers, conheceu o malefício da notícia falsa, e leis estão sendo criadas para impedir o avanço das fake news. Isso só fez aumentar a confiança nos jornais impressos, porque estes têm endereço certo. A família sentiu saudades do abraço, da união, e deu um jeito de se aproximar dos seus entes queridos, mesmo que de longe. Teremos saudades dos amigos, dos familiares, de estar na rua e nos lugares públicos. Teremos necessidade do abraço, do estar junto. Outra grande lição dessa situação é o poder da resiliência, que é a capacidade de se adaptar às mudanças. Não faltam iniciativas criativas! Delivery, drive thru, drive in, interação on-line. Estamos em ritmo de mudança. Tudo muda, avança, sai da zona de conforto. E isso é bom! Isso vai passar! E sairemos fortalecidos! Enquanto isso, fique em casa, cumpra as medidas de higiene e de distanciamento. Cuide dos seus. Saiba distinguir a notícia falsa da verdadeira e busque mais conhecimento sobre a COVID-19, porque essas são as armas que mais precisamos no momento.

Ieda Thomé

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *