Autoria: Flávio Junkes

Descrição da obra: Se relaciona com o eixo temático proposto quando aborda o processo denso, conflituoso e traumático iniciado por um indivíduo contaminado ou na alusão referente à comunidade global nesse turbilhão inicial de algo tão assustador, passando para um estado de paz, tranquilidade, resiliente(s) enquanto se produz o processo de cura. O poema já propõe um futuro ao qual estamos nos aproximando.

Expressão: Literatura

 

 

PAN

Prévia da obra:

Agora é sentir-se mais gente,

manter-se prudente, transpor as dunas,

pois quando de fato surgir a cura

e soerguer a VIDA, sorridente, uma a uma,

olharemos para o poente em paz e fortaleza,

 ciciando na breve brisa  

toda a força construída

ao novo tempo que nos espera.

 

PAN.docx

clique aqui para acessar a obra completa

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *