Autoria: Francisco Sousa

Descrição da obra: Em meio às adversidades, aprendemos a ressignificar a vida e tudo que está ao redor. Voltarmos a melhor forma, a de certa maneira enxergamos as coisas da vida como crianças, é sermos resilientes e infinitamente grandes.

Expressão: Literatura

REVESTINDO A VIDA

Em tempos que os dias abrigam incertezas
Enlaço a alma com tom de poesia
Em passeios vastos nos campos da memória
Recapitulando fragmentos de alegria.

E vou abrindo caminhos
Escutando o som dos passarinhos
Revestindo a vida de outra sensação
E curvando com sabedoria os joelhos em oração.

Realinhando os passos e as miudezas da vida
Contornando com traços e olhares o que deixei de perceber
A vida florescendo, os tons laranja o sol aquecendo
Refletindo na beleza de cada amanhecer.

E sinto a brisa das palavras que emergem força
E retiram o deserto do medo e da dor
Repentinamente refugia-se uma melodia
É canto…. Versos revestidos pela pureza do amor.

E agora…Sou criança que não compreende o mundo lá fora
E vou seguindo a estrada na minha doce ilusão
Quem sabe o segredo é ser bem mais verdade
Esperança e sonho de um “mundo” bem mais irmão!

Quem sabe a vida é um querer bem
Voluntariamente um olhar além
Retirar máscaras da individualidade…
Ser luz, abrigo e condução
Abraço, alimento, sustento, reflexão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *