Por Ilka Oliveira Mota e Fernanda Castelano Rodrigues

Como um dos efeitos da COVID-19, muitas novas palavras e expressões passaram a circular no dia a dia em todos os países do mundo. Diferentes termos e expressões vinculados à doença ou ao contexto social da pandemia aparecem com frequência em todos os tipos de texto, como protocolos de higiene emitidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), recomendações de profissionais da saúde, instruções sobre medidas de prevenção, descrições de sintomas relacionados à doença, textos das mídias tradicionais e digitais, redes sociais, entre outros.

Considerando essa nova e dinâmica realidade linguística do contexto pandêmico e buscando atender a possíveis necessidades de aprendizes brasileiros de língua inglesa, um grupo de servidores do Centro de Ciências da Natureza (CCN) do campus Lagoa do Sino da UFSCar, coordenado pela professora Ilka de Oliveira Mota, produziu o livreto Let’s speak Corona English: English booklet to talk about COVID-19, resultado de uma atividade realizada no âmbito do edital COVID-19: Plataforma Institucional de Projetos da Pró-reitoria de Extensão da Universidade Federal de São Carlos.

Nesse booklet, pode-se encontrar material para aprender a dizer, em inglês, algumas das principais palavras e frases relacionadas à COVID-19, desde o vocabulário mais diretamente vinculado a seus sintomas (fever, cold, headache, cough, runny nose, body ache, breathing difficulties, loss of smell and taste) até termos relacionados à vida social na pandemia (outbreak, epidemic, pandemic, transmission, isolation, quarantine, lockdown, epicenter). Há também uma lista com recomendações para evitar o contágio (avoid public transportation, avoid contact with sick people, avoid shaking hands and hugs, avoid touching face, nose, eyes, and mouth) e outros enunciados frequentes nesse contexto, como Patrícia had to self-quarantine to not spread coronavirus ou Our work team tested negative for COVID-19. A parte final da publicação contém ainda algumas atividades práticas por meio das quais os leitores e as leitoras podem exercitar e testar seus conhecimentos adquiridos nas lições apresentadas pelo booklet.

O principal objetivo do projeto é contribuir para a disseminação do conhecimento sobre o coronavírus e a pandemia no Brasil, tendo a língua inglesa como pano de fundo para realizar esta tarefa. Mas outras línguas também estão nos planos da equipe realizadora deste material: em breve, serão lançadas versões em português brasileiro, espanhol e francês desse livreto, que contarão, ademais, com um breve glossário plurilíngue de termos relacionados à pandemia da COVID-19.

Em uma universidade pública, gratuita e de qualidade como a UFSCar, projetos como este são ferramentas fundamentais para criar condições de acesso à Educação Linguística, de modo geral, e ao conhecimento em línguas estrangeiras, de modo particular, operando no sentido de defender o projeto democrático e inclusivo que deve caracterizar as universidades públicas brasileiras.

A versão e-book do Let’s speak Corona English: English booklet to talk about COVID-19, com acesso aberto e gratuito, encontra-se disponível no portal da Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBi) da UFSCar.

Créditos da imagem: Pikisuperstar no Freepik

Veja também:

Categoria: Projetos Parceiros UFSCar

Envie suas dúvidas sobre COVID-19 para nós!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *